Aquele avião tinha um destino certo, quem o pilotava sabia o que estava fazendo. Mas aquela pobre passageira não tinha nenhum destino e muito menos o que diabos estava fazendo naquele avião, na janela via a cidade que deixava para trás, podia ver bem as nuvens que em toda sua infância era algodão-doce, mas hoje não. O avião pousou, e ela por fim desembarcou, estava em Detroit, ela olhou aquela cidade a sua volta, sentiu aquele ar de cidade empoeirada e sentou no banco próximo. Ao contemplar aquele céu agora de baixo da imensidão daquelas nuvens, pôde distinguir seu destino e o que faria ali. Um novo rumo tomara-a em sua vida, uma vida agora nova! Sabemos que é só um modo de falar, claro que não podemos ir ali no mercado e pedir ao cara do balcão — Por favor moço, me dê uma vida nova sem aqueles amores amargos do passado?! E ele responder — Pois não moça, um instante só, está saindo do forno! Não, não é assim que funciona mas se funcionasse que vida perfeita seria não?! Mas ai está outro ponto da história, vidas perfeitas não existem, isso aqui pode passar por você como apenas uma história qualquer, mas para outros talvez seja uma reflexão. Se você acha que a sua vida está uma merda, ela pode de fato estar assim há tempos já, mas a solução seria você procurar saber que ponto cagou nisso tudo e ir resolver o maldito problema que te cerca, talvez você deva seguir um novo rumo em sua vida como esta pobre passageira, sem destino algum por quê quando você chegar em algum ponto desta viagem, já irá desembarca sabendo o que você tem que fazer para melhorar tal problema, quando você não acreditar mais na sua vida, ou tiver quase em 0% de chances de acreditar em si mesmo, olha se esforce para acreditar, pois eu aprendi nesta vida que tudo que podemos fazer é acima de tudo acreditar em você mesmo e no seu potencial, sua vida ta uma droga mas cara você pode ter sido o causador disso tudo e acredite não há mais ninguém no mundo a não ser você mesmo para acreditar que pode acabar com a dor que engloba em teu peito os problemas de sua vida, você é mais que um batalhador por ter aguentado fatos passados que lhe causaram sofrimento. Mas olha só, acredite em você, acredite no amanhã, porque é nele que você possa conseguir um raio de luz em sua vida e verás que a escuridão que rodava seus problemas acabaste.”

Posted 21 April 2014, 1 day ago | 5 notes | reblog this post
(originally 1lagrimadoamor / via 1lagrimadoamor)
Eu descobri que sempre vai haver alguém para me mostrar que ainda vale a pena sorrir.”
— (via e-scuchar)

Posted 21 April 2014, 1 day ago | 6,106 notes | reblog this post
(originally fabricando-ilusoes / via e-scuchar)

Você percebe que não está bem quando nem vontade de ficar na internet você tem.


Posted 21 April 2014, 1 day ago | 26,626 notes | reblog this post
(originally famoso-poeta / via delicius-love-you)
É sempre assim, a gente não vê quando o amor acontece, por isso não sabe como acontece.”
— (via e-scuchar)

Posted 21 April 2014, 1 day ago | 570 notes | reblog this post
(originally prestigiador / via e-scuchar)
Será que o céu,
realmente é o limite?”
Alex Nunes. (via enoitecer)

As vezes precisamos de um tempo a sós com nós mesmos. Para nos autoconhecer.”
Thiago Higino  (via enoitecer)

Posted 21 April 2014, 1 day ago | 865 notes | reblog this post
(originally congelitus / via in-felicidad)
Eu te escreveria todos os dias se tivessem cartas no inferno.”
Gritos silenciados. (via gritossilenciados)

Posted 20 April 2014, 2 days ago | 3 notes | reblog this post
(originally gritossilenciados / via gritossilenciados)

Posted 20 April 2014, 3 days ago | 777 notes | reblog this post
(originally entreversos / via e-scuchar)
Não se espante. Você deveria saber que tudo que é bom um dia acaba.”
Harry Potter.   (via enoitecer)

Posted 20 April 2014, 3 days ago | 81,665 notes | reblog this post
(originally resigno / via aplanar)

Posted 13 April 2014, 1 week ago | 1,903 notes | reblog this post
(originally knigh-t / via um-vingador)

Sabe de nada, inocente ✌.


Posted 13 April 2014, 1 week ago | 12,991 notes | reblog this post
(originally uma-epoca / via anotherside1)